Fechar

Fale com um consultor online:

Entre em contato
MENU
20/06/2022

VGV: o que é e como calcular?

VGV: o que é e como calcular?

O mercado imobiliário é cercado de termos importantes e conhecê-los pode fazer total diferença para quem busca comprar imóveis ou mesmo trabalha na área. 

 

Dentre esses termos, temos o acrônimo “VGV” que significa Valor Geral de Vendas. Você já ouviu falar nele e conhece a sua importância? 

 

Se respondeu “não” para os questionamentos acima está no lugar certo, pois neste artigo iremos explicar o que é VGV, sua importância para o mercado imobiliário, como calcular e algumas estratégias para aumentar o VGV dos projetos. 

 

Continue a leitura e confira:

 

- O que é VGV?

- Qual a importância do VGV para o mercado imobiliário?

- Veja como calcular o VGV

- Estratégias para aumentar o VGV dos projetos 

- 4 ações de Marketing para atingir o VGV 

 

O que é VGV?

 

Como adiantamos acima, a sigla VGV significa Valor Geral de Vendas e esse índice é usado, basicamente, para medir o potencial de retorno/receita que um projeto pode trazer. 

 

Trazendo para o setor da construção, ao aplicar o VGV é possível saber o montante que se pode ganhar ao vender, por exemplo, todas as unidades de um empreendimento. Fazer esse tipo de análise é fundamental para saber se o investimento é ou não viável. 

 

Mas é importante ressaltar que esse índice não é aplicado apenas para o mercado imobiliário, ele pode medir as vendas em diversos setores. 

 

Embora aplicar o VGV dê uma noção do valor geral das vendas é importante dizer que trata-se apenas de uma estimativa, na prática alguns fatores podem alterar esse montante no final do processo.

 

Por exemplo, negociações e descontos diferenciados para determinados clientes e o próprio número de unidades vendidas são alguns dos motivos para que a estimativa indicada no VGV não se torne uma realidade.

 

Qual a importância do VGV para o mercado imobiliário?

 

Primeiro de tudo, o VGV é importante para o mercado imobiliário justamente para verificar a viabilidade do investimento em determinado empreendimento. 

 

Quando se sabe o Valor Geral de Vendas de um empreendimento é possível ter mais controle e distribuir melhor os gastos relacionados à construção e divulgação daquele projeto. 

 

Com esse número em mente é possível planejar melhor alguns itens, por exemplo:

 

- Valor máximo a ser gasto com a compra do terreno;

- Margem de negociação na hora de vender as unidades;

- Quanto se pode investir em acabamento e materiais extras;

- Valor que pode ser investido na obra de maneira geral;

- Valores a serem investidos para divulgação do empreendimento;

- Valor de venda de cada unidade;

- Dentre outros.

 

Com tudo isso em mente, é possível ter a real noção do lucro esperado por determinado empreendimento. E isso faz toda a diferença quando se fala em projetos imobiliários. 

 

Por exemplo, no setor imobiliário costuma-se designar de 3% a 6% do VGV para ações de marketing e comissionamento das imobiliárias, ou seja, quanto maior for o VGV de um projeto mais a empresa terá que investir para divulgá-lo.  

 

Esses são apenas alguns exemplos práticos de como o Valor Geral de Vendas influencia diretamente o setor imobiliário. Mas agora você pode estar se perguntando: “como fazer o cálculo do VGV?”

 

E é exatamente sobre isso que falaremos no próximo item, acompanhe! 

 

Veja como calcular o VGV

 

Embora pareça complicado, calcular o VGV é bem simples na prática. Para chegar ao índice basta multiplicar o valor de cada apartamento do empreendimento pelo número total de unidades. 

 

Vamos dar um exemplo prático para tornar essa conta ainda mais clara e simples. 

 

Supondo que o empreendimento tenha 200 unidades no total e o valor de cada uma tenha sido definido como R$250.000,00. Multiplicando os dois valores, o VGV estimado do empreendimento seria de R$50 milhões. 

 

Podemos definir a seguinte fórmula para calcular o VGV de um empreendimento:

 

VGV = número de unidades x o valor médio da unidade

 

Como mencionamos ao longo desse material, o índice VGV é apenas uma estimativa e uma série de fatores podem fazer com que ele não seja atingido ao final do projeto. Por exemplo:

 

- Negociações e descontos que ultrapassam o acordado inicialmente;

- O número total de unidades vendidas;

- Capacidade da construtora de divulgar o empreendimento e vendê-lo;

- Alterações gerais nos valores acordados previamente, tanto do ponto de vista da obra, como nos gastos administrativos. 

 

Mas, supondo que a empresa fez o cálculo e não ficou satisfeita com o VGV de determinado empreendimento, existe uma forma de aumentar o Valor Geral de Vendas de um projeto?

 

A resposta é sim! Acompanhe o próximo item e aprenda algumas estratégias práticas para aumentar o VGV de um projeto. 

 

Estratégias para aumentar o VGV dos projetos 

 

Nesse ponto você já se familiarizou com o tema, sabe o que é o Valor Geral de Vendas, sua importância e aprendeu como calculá-lo de uma maneira simples e prática. 

 

Mas como falamos ao final do último item, se ao chegar no índice a empresa não ficar satisfeita com ele, é possível traçar estratégias para aumentá-lo? Sim, existem alguns artifícios que ajudam a aumentar expressivamente o VGV de um projeto. 

 

Veja abaixo algumas formas de aumentar o Valor Geral de Vendas. 

 

1. Adicionando itens ao empreendimento 

 

A primeira coisa a ser levada em conta para aumentar o VGV é adicionar itens ao projeto que atraiam novos clientes e para isso muitos pontos podem ser considerados, como: academia, piscinas, pet place, salão de festas, quadra etc.

 

Com esses itens adicionados ao empreendimento, além de atrair novos clientes é possível também aumentar o valor de cada unidade. E isso tem influência direta no índice.

 

Mas é importante se atentar a um ponto: ao adicionar itens ao projeto você terá mais gastos para entregá-los, portanto é importante ter essa conta na ponta do lápis para a estratégia não ter efeito contrário diminuindo ainda mais o VGV. 

 

2. Aumentando a quantidade de unidades do projeto 

 

Uma outra possibilidade seria aumentar a quantidade total de unidades do empreendimento, mas é preciso bastante atenção por parte das construtoras ao fazer isso. 

 

Porque é necessário tomar cuidado para não atrasar o prazo de entrega estipulado para e não aumentar demais os valores envolvidos com a construção. Por outro lado, se a demanda do local for alta, essa pode ser uma saída estratégica para aumentar o VGV.

 

3. Aumentando o valor de venda das unidades 

 

Por fim, seria possível ainda aumentar o valor de venda das unidades, sem acrescentar itens ao condomínio em si. 

 

Porém, ao fazer isso, a construtora precisa chegar em um valor que aumente consideravelmente o VGV do projeto, mas sem alterar de forma discrepante o valor das unidades. 

 

Porque isso pode afastar os clientes caso os valores sejam muito acima dos praticados por outros projetos semelhantes ou na mesma região. 

 

4 ações de marketing para atingir o VGV 

 

Além das estratégias para aumentar o índice mencionadas acima, é possível aplicar algumas ações de Marketing que ajudam a atingir o Valor Geral de Vendas de um empreendimento. 

 

Na verdade elas têm impacto direto nas vendas das unidades e isso ajuda no final do processo, pois ao vender todos os apartamentos as chances de atingir o VGV estipulado inicialmente aumentam consideravelmente. 

 

Nesse sentido, o Marketing Digital tem sido um grande diferencial para as construtoras que desejam atingir seu VGV e atrair novos clientes. 

 

Vamos falar resumidamente de 4 ações importantes, mas vale ressaltar que existem diversas outras possibilidades, pois o Marketing Digital é um mundo de opções.

 

São elas:

 

1. Inbound Marketing: o inbound marketing utiliza uma série de estratégias para atrair novos clientes para as empresas, dentre elas temos a disponibilização de conteúdos ricos e relevantes para audiência. Assim começa um relacionamento entre o lead (oportunidade de negócio) e a empresa. Mas não basta disponibilizar os materiais, é preciso uma série de iniciativas para converter e encantar esse lead, até chegar ao ponto da venda em si.

 

2. CRM: o CRM nada mais do que uma ferramenta que ajuda a fazer a gestão e relacionamento com os leads e clientes. Assim é possível entender em que momento aquele lead/cliente está, como tem se relacionado com sua empresa e traçar estratégias dentro do Inbound Marketing para trabalhar e nutrir esses contatos.

 

3. Marketing de conteúdo: o marketing de conteúdo é uma estratégia que anda em conjunto com o Inbound Marketing. Trata-se de pensar e criar conteúdos de valor para solucionar possíveis problemas do público-alvo, atraindo sutilmente sua atenção para a empresa.

 

4. Mídia paga: as pessoas estão nas redes sociais, isso significa que seu cliente também está lá. Portanto, utilizar as mídias pagas e as redes sociais para promover conteúdos ricos ou mesmo o empreendimento em si é uma excelente estratégia para atrair novos clientes. 

 

Essas são apenas algumas opções que podem ajudar a atingir o VGV de um projeto. Muitas outras ações podem ser aplicadas para atrair novos clientes e aumentar as vendas. 

 

**

 

Esperamos que esse conteúdo tenha te ajudado a entender o que é o VGV, sua importância para o setor imobiliário e também as estratégias para aumentar o Valor Geral de Vendas de um projeto. 

 

Se está buscando um imóvel, conte com a Embraplan. Entre em contato com nossos consultores clicando aqui

 

ESCRITO POR:Embraplan Engenharia
Embraplan Engenharia 2022. Todos os direitos reservados.