Fechar

Fale com um consultor online:

Entre em contato
MENU
09/10/2020

Como ser um líder inspirador?

Como ser um líder inspirador?

Tenho ouvido muito sobre o tema liderança nos últimos tempos. Acredito que isto se deve, principalmente, ao atual momento que estamos vivenciando. Com a pandemia, as organizações estão requerendo mais líderes do que simplesmente chefes, para sairmos ainda mais maduros desta crise.   

 

Mas afinal o que é ser líder? As definições são das mais variadas, mas todas levam a uma certeza: que líder é aquele que inspira sua equipe. Um líder é aquele que motiva a equipe, desenvolve habilidades nas pessoas e propicia engajamento do time, ao mesmo tempo que gera resultados e inovações para a organização. Temos uma gama de referências cinematográficas relevantes, que remetem a exemplos de lideranças mundiais como Nelson Mandela e Barack Obama.

 

Ser líder é um exercício desafiador! É uma mudança de paradigma bem significativa. O líder deve estar em constante aprendizado e, nesta jornada, o autoconhecimento é primordial para alcançar o sucesso.

 

Sabemos que uma liderança é forte quando a equipe está alinhada para alcance dos objetivos almejados pela organização. Ou seja, todos estão comprometidos com as suas metas. E para isto acontecer, a liderança deve proporcionar programas e iniciativas que fortaleçam ainda mais o comprometimento das equipes.

 

Alguns pilares abaixo possibilitam que a liderança alcance este comprometimento e engajamento:

 

Comunicação: Um líder deve saber comunicar o tempo todo. A comunicação deve ser feita de modo que a outra parte compreenda o que foi comunicado. É necessário saber o que comunicar, quando e como fazê-lo de forma adequada.

 

Relacionamento: Um líder deve estabelecer relação de confiança com sua equipe, de forma que possa atuar de forma empática, decidir e agir com discernimento nas situações cotidianas de uma organização. A resolução de conflitos é parte predominante deste pilar, contribuindo para assertiva gestão de conflitos existentes.  

 

Feedback: O liderado deve periodicamente receber feedbacks do seu líder, podendo ser positivos ou negativos. Esta tratativa faz parte do desenvolvimento de pessoas, bem como alinhamento da trajetória do profissional na empresa, em relação aos valores e objetivos almejados.    

 

Trabalho em Equipe: um líder deve atuar junto a equipe e jamais abandonar o time. “Quando todos tentam se salvar de um navio afundando, ele deve ser o último a se salvar, certificando que todos já foram salvos”. O líder “põe a mão na massa”, orienta e busca alternativas, atuando em conjunto com a equipe.

 

Ser exemplo a ser seguido: Um líder deve ser referência para o liderado. Muitas vezes o líder não precisa ter legitimado o poder (formal) de liderança por meio de um cargo. Mas o “exemplo” demonstrado em suas atitudes e decisões é considerado poder de referência (pessoal). Para que a equipe se apoie, respeite e se comprometa com os objetivos da organização, o exemplo da liderança é um forte aliado nesta conquista.

 

Com todos estes pilares acima desenvolvidos, podemos considerar que o líder desenvolve a capacidade de influência, sendo esta uma característica capaz de determinar o sucesso ou fracasso de uma organização.

 

A liderança exige uma mudança na forma de pensar, analisar, decidir e agir. Este novo formato é o que chamamos de liderança transformacional. Devemos conhecer a fundo a equipe com a qual trabalhamos e agir conforme cada perfil comportamental. Ou seja, reconhecer mais aqueles que requerem reconhecimento, conceder mais trabalhos desafiadores aqueles que necessitam de incentivos e assim por diante. A notícia boa é que liderança pode ser aprendida. Não é mais considerada algo nato, como dito em algumas bibliografias mais antigas.     

 

Finalizo este texto mencionando que você sabe se alcançou o exercício da liderança, quando você é reconhecido pela equipe como tal, bem como você leva as pessoas mais longe do que elas pensam que podem ir. Eu aprecio muito uma frase sobre o real significado de liderança: “Uma liderança que não é para servir, é uma liderança que não serve”.

ESCRITO POR:Claúdia Queiroz
Embraplan Engenharia 2020. Todos os direitos reservados.